Ir para o conteúdo
ou

 Voltar a Juventude Viva
Tela cheia Sugerir um artigo

Após 4 Anos, Secretaria Nacional de Juventude Reativa Plano Juventude VIVA

9 de Agosto de 2017, 19:29 , por snjuventude@gmail.com - 0sem comentários ainda | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 73 vezes

Whatsapp image 2017 08 09 at 19.16.02A Secretaria Nacional de Juventude (SNJ) vai reativar o Plano Juventude Viva, que visa reduzir a vulnerabilidade de jovens expostos a situações de violência (com foco prioritário na juventude negra) por meio da criação de oportunidades de inclusão social e desconstrução da cultura de violência. A posse do Comitê Gestor do Juventude Viva será nesta sexta-feira (11/08), na sede da Unesco em Brasília (DF), a partir das 10h30, quando será lançado o edital de contratação dos consultores para a elaboração de um novo Plano e divulgado o Índice de Vulnerabilidade Juvenil à Violência e a Desigualdade Racial 2017. Também será empossado o Comitê Gestor do Juventude Viva, com a realização da primeira reunião no período da tarde.

O Plano Juventude Viva se encontra desativado há alguns anos. Suas ações são voltadas a jovens de 15 a 29 anos, prioritariamente negros, em situação de vulnerabilidade social ou de exposição a situações de violência, residentes nos municípios com maior ocorrência de homicídios nessa faixa etária. O Plano Juventude Viva será implementado pela União em cooperação com os Estados, o Distrito Federal, os Municípios e entidades privadas sem fins lucrativos. Ao Comitê Gestor Federal Juventude Viva compete acompanhar e monitorar as ações de execução do plano e apoiar ao os órgãos federais na sua implementação.

O Índice de Vulnerabilidade Juvenil à Violência e a Desigualdade Racial 2017 é um importante indicador que agrega dados relativos às dimensões consideradas chaves na determinação da vulnerabilidade dos jovens à violência. Ele tem por objetivo ser um norteador para a formulação e implementação de políticas públicas que levem em consideração a incorporação de estratégias de prevenção e enfrentamento das altas taxas de violência contra jovens. Os jovens representam 26% da população, mas de acordo com o Mapa da Violência eles somam 58% das vítimas por arma de fogo no período entre 1980 e 2014.

A Organização das Nações Unidas (ONU), por intermédio do Grupo Assessor Interagencial sobre Juventude do Sistema ONU no Brasil, atuará como membro observador permanente Comitê Gestor Federal Juventude Viva. A coordenação do CGJUV será realizada conjuntamente pela Secretaria de Governo da Presidência da República, por intermédio da Secretaria Nacional de Juventude (SNJ), e pelo Ministério dos Direitos Humanos, por meio da Secretaria Nacional de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir).

O Comitê Gestor Federal Juventude Viva será integrado por 18 membros, titulares e suplentes, entre eles:
- Um representante da sociedade civil do Conselho Nacional de Juventude (Conjuve);
- Um representante da sociedade civil do Conselho Nacional de Promoção da Igualdade Racial (CNPIR);
- Um representante da sociedade civil do Conselho Nacional de Segurança Pública (CONASP);
- Um representante do Conselho Nacional do Ministério público (CNMP);
- Um representante da Fundação Cultural Palmares (FCP).


Serviço:
Reativação do Plano Juventude Viva e lançamento do Índice de Vulnerabilidade Juvenil à Violência e a Desigualdade Racial 2017
Local: Unesco, SAUS, quadra 5, Lote 6 - Ed. CNPq/IBICT/UNESCO, 9º andar
Data: 11 de agosto de 2017
Horário: 10h30


0sem comentários ainda

Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.